4 passos para guardar dinheiro e realizar sonhos!

Guardar dinheiro não é um hábito comum para muitos brasileiros. Em 2020, por exemplo, apenas 38% da população iniciou o ano com uma reserva de emergência. E isso significa que poucos estão conseguindo economizar e investir para realizar sonhos.

Ter uma reserva para emergências é importante para superar momentos de dificuldade. Ela oferece a segurança da qual você precisa para manter suas contas em dia mesmo diante de imprevistos. Mas guardar dinheiro não significa apenas se prevenir de contratempos.

Esse hábito é fundamental para ajudar você a realizar sonhos. Então, que tal conhecer quatro passos para juntar uma quantia mensal e saber investi-la para alcançar todos os seus objetivos?

Continue a leitura e confira as dicas que nós preparamos para você!

Poupar e economizar: quais são as diferenças?

Antes de conhecer quatro passos importantes para guardar dinheiro e realizar seus sonhos, é preciso entender as diferenças entre poupar e economizar. Assim, você consegue compreender o que deve fazer para se aproximar cada vez mais das suas metas pessoais.

Basicamente, economizar significa não gastar dinheiro desnecessariamente. Quando pedimos desconto em uma loja, reduzimos o tempo do banho ou pesquisamos antes de comprar um produto, por exemplo, estamos economizando.

Por outro lado, poupar significa ir além. Você precisa não só economizar, mas também guardar parte do que ganha. Imagine que você receba mensalmente uma média de mil reais e reserve cem reais por mês para fazer uma viagem. Isso significa que você está poupando seu dinheiro para um objetivo no futuro.

Investindo o seu dinheiro

Enquanto a quantia que você está guardando não está sendo usada, ela também pode ser investida para trabalhar por você. Assim, o dinheiro rende ao longo do tempo e você consegue obter rendimentos a partir dos investimentos que realizar.

Desse modo, o hábito de investir é importante para realizar objetivos pessoais, como:

  • Comprar um carro ou imóvel;
  • Fazer uma faculdade;
  • Organizar seu casamento;
  • Ter uma aposentadoria mais tranquila.

Viu como esses hábitos podem ser decisivos no seu dia a dia? Para colocá-los em prática e acelerar a conquista dos seus sonhos, no entanto, é essencial começar pelo primeiro passo: saber como guardar dinheiro.

4 dicas para guardar dinheiro

Preparado para começar a poupar? Então confira quatro dicas para se organizar financeiramente e realizar seus sonhos!

1. Conheça seus gastos

O primeiro passo para guardar dinheiro é conhecer todos os seus gastos mensais. Eles podem ser divididos em duas categorias principais: fixos e variáveis.

As despesas fixas são aquelas que precisam ser pagas todos os meses — como aluguel, condomínio e mensalidade escolar dos filhos. Há também os custos fixos que variam mensalmente. Por exemplo, as despesas com supermercado, contas de luz e água etc.

Já os gastos variáveis são aqueles que mudam ao longo dos meses e podem ser reduzidos com maior facilidade em caso de necessidade. É o caso dos custos com lazer, restaurantes e academia.

Para guardar dinheiro com mais facilidade, a dica é fazer uma lista com os dois tipos de despesas mensais que você possui. Assim, fica muito mais simples identificar seus gastos e passar para o próximo passo.

2. Reduza despesas

Agora é hora de buscar formas de reduzir despesas. Alguns dos seus custos podem ser diminuídos ou até mesmo cortados. Para as despesas fixas, por exemplo, é possível fazer pequenas economias dentro de casa.

Você pode, por exemplo, entrar em contato com sua operadora de celular ou de internet e conhecer as opções de plano mais baratas. Frequentemente, é possível encontrar alternativas mais econômicas e que atendem às nossas necessidades sem precisar abrir mão dos serviços.

Gastos com lazer e supermercado, em geral, também podem ser modificados para promover economia. Exemplo: foque em passeios gratuitos, como ir a parques, fazer piqueniques e praticar esportes. Por isso, vale a pena saber quanto e com o que você gasta seu dinheiro todos os meses. Além disso, prefira pagar as compras à vista. Você vai evitar o endividamento no cartão de crédito e terá mais chances de pedir aquele desconto.

3. Defina objetivos

No terceiro passo, chega o momento de conhecer os seus objetivos para o futuro. Além de definir quais são os sonhos que você quer realizar, também é importante estipular prazos para alcançá-los — mas lembre-se de ser realista.

Também é interessante traçar estratégias para chegar ao que você almeja. E lembre-se de que o plano pode – e deve – ser revisado sempre que for necessário, pois seus objetivos podem mudar ao longo do tempo.

4. Evite comprar por impulso

Compras por impulso são grandes vilãs do orçamento pessoal. Então, evitá-las é um dos maiores desafios de quem deseja se organizar financeiramente. Em especial, descarte o uso descontrolado do cartão de crédito. Reflita se a compra é realmente necessária. Pense em suas prioridades.

Uma dica interessante é fazer listas de compras: do supermercado, de roupas, de itens que precisa mesmo comprar. Sem uma lista, é provável que a compra seja maior do que deveria.

Viu como atitudes simples do dia a dia podem ajudar você a guardar dinheiro? Algumas mudanças de hábito são fundamentais para você não gastar mais do que ganha e, assim, começar a investir.

Já consegue guardar dinheiro e quer dar o primeiro passo para fazer seu dinheiro trabalhar por você? Confira aqui as diversas opções de investimento que o Sicredi oferece para você!

 

Texto publicado originalmente no Blog Sicredi.

Veja também

Publicado quarta às 09:14

Black Friday 2021: o checklist do consumo consciente

Publicado em 12/11/2021 às 11:35

5 dicas para começar a guardar dinheiro hoje mesmo

Publicado em 25/10/2021 às 17:11

Energia solar permite economia na conta de luz