Sicredi apoia projeto que visa desenvolver o turismo regional

Em parceria com o Sebrae, iniciativa visa apoiar na construção de diagnóstico e radar turístico do setor em 20 municípios gaúchos

Visando contribuir com o desenvolvimento regional integrado – especialmente no turismo regional, a Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG desenvolverá, com a parceria do Sebrae e intercooperação com a Sicredi Região da Produção RS/SC/MG, o Projeto de Turismo Regional na Rota Águas e Pedras buscando construir uma estratégia de desenvolvimento do turismo  (curto, médio e longo prazo) para orientar a ação de gestores públicos e empresários e conectar as iniciativas já existentes na região. Para expor sobre os primeiros passos da iniciativa e como forma de sensibilização das lideranças de cada município envolvido, aconteceram encontros micro regionalizados – em função da pandemia, evitando a reunião de grande público. Dia 13, pela manhã, em Planalto, estiveram presentes representantes de Planalto, Alpestre, Ametista do Sul, Nonoai e Rio dos Índios. No mesmo dia, à tarde, em Rodeio Bonito, participaram representantes de Pinhal, Novo Tiradentes, Cristal do Sul, Cerro Grande e Rodeio Bonito. No dia 14, foi a vez de Frederico Westphalen sediar a programação, envolvendo lideranças locais, além de Caiçara, Vicente Dutra, Iraí e Pinheirinho do Vale. Encerrando o ciclo de encontros de bate papo, Seberi recebeu comitivas de Taquaruçu do Sul, Vista Alegre, Palmitinho, Erval Seco e Seberi.

A presidente da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, Angelita Marisa Cadoná, explica detalhes da iniciativa. “Este projeto se desdobrou dentro do Aceleração Regional – diagnóstico elaborado em parceria com a UFSM, ainda em 2019, que identificou as grandes oportunidades e desafios que temos na região, e uma delas é o turismo. Também recebemos a solicitação por parte de empresários, pedindo nosso engajamento para contribuir com este setor. A partir disso, fomos buscar inspirações em regiões turísticas, como a Serra Gaúcha, para entendermos como acontece este desenvolvimento. Assim, tivemos a referência do Sebrae como um dos grandes articuladores, com metodologia estruturada, e o contratamos, pois este Serviço já é parceiro de outros grandes projetos que a Cooperativa realiza. Com isso, conhecemos experiências já desenvolvidas em alguns locais do Estado, coordenadas pelo Sebrae, e nos encantamos pela metodologia de forma cooperada, articulada e que pensa a região como um todo”, detalha a presidente, justificando que acredita neste grande movimento cooperativo, onde todos se dão as mãos, olhando à longo prazo, respeitando e valorizando a identificação de cada município e suas potencialidades, dentro de uma conexão regional e contribuindo para esta aceleração do desenvolvimento.

Etapas

A primeira fase do projeto, com duração de 6 meses, terá foco nas etapas da pesquisa, workshops criativos, alternativas de posicionamento e proposta de plano estratégico do município e região, possibilitando mapear atrativos e infraestrutura identificar oportunidades e obstáculos nos municípios (Radar Turístico), identificar perspectiva sobre o turismo e a identidade regional, compreender comportamento e percepção de turistas sobre a região, além de outros desdobramentos técnicos. A próxima fase compreenderá as ações estratégicas para a sustentação do projeto e foco nas iniciativas de desenvolvimento regional do turismo.

A coordenadora estadual da Economia Criativa e Turismo do Sebrae-RS, Amanda Paim, conduziu os quatro encontros realizados, e destaca que a região já teve experiências exitosas com turismo, isso facilita o trabalho e mostra que os atrativos existem. “Outra vantagem, é que há uma proximidade grande entre os municípios em um raio pequeno e isso contribui muito com a conexão dessas iniciativas. O que falta é ressignificarmos o que vocês já têm, trazendo isso ao mercado de forma atrativa e moderna, que as pessoas encontrem com facilidade o que há aqui. Precisamos dar direcionamento, polir o que existe e identificar onde há espaço para novos investimentos”, frisa Amanda. 

Representante regional

Um dos prefeitos presentes nas reuniões, é o de Ametista do Sul, Jadir Kovaleski. O gestor assegura que a iniciativa é muito importante à região. “O nosso município tem um potencial diferenciado, mas ele não se desenvolve sozinho, precisamos das cidades vizinhas para evoluirmos mais. Sabemos que cada município tem sua peculiaridade, suas potencialidades, só falta o ponta pé inicial que foi dado nesta reunião, para que possamos evoluir mais. Este suporte do Sicredi e do Sebrae é fundamental para alcançarmos o sucesso nessa grande ideia. Nos colocamos à disposição para sermos parceiros neste projeto inovador para a região”, confirma o chefe do Poder Executivo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também

Publicado ontem às 16:02

Capitalismo Consciente em pauta no Sicredi

Publicado terça às 14:01

Sicredi apoia expositores da Feira do Produtor de Frederico Westphalen

Publicado quarta às 14:23

Feirão de Negócios Sicredi acontece em Planalto/RS