Jakson Follmann emociona em palestra da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG

O sobrevivente do voo da Chapecoense foi o convidado do Programa Líder Jovem da Cooperativa

Com sua vida baseada na força de vontade, coragem, desconstrução, reconstrução e paciência, o ex-atleta de futebol, Jakson Follmann, contou sua história de vida durante o módulo 4 do Programa Líder Jovem, promovido pela Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, na noite de segunda-feira, 10. Participaram de forma digital mais de 485 pessoas, entre elas, os 260 jovens dos três Estados de atuação da Cooperativa que estão envolvidos diretamente com a formação, além de convidadas do Sicredi Mulher e colaboradores da Cooperativa.

Jakson Follmann é um dos seis sobreviventes do voo da Chapecoense, que caiu em novembro de 2016, quando a delegação viajava para a Colômbia, onde jogaria a final da Copa Sul-Americana. Relatando sua trajetória, o gaúcho de Alecrim, contou que iniciou sua vida no futebol com 13 anos e, no auge da sua carreira – aos 24 anos –, foi acometido pelo acidente aéreo. Na época, ele ficou em coma seis dias e quando acordou estava sem uma perna, seu instrumento de trabalho, além de vários ferimentos graves na outra perna. No total, foram 13 fraturas pelo corpo.

Passados 56 dias de internação em hospitais, depois também de diversas cirurgias e implantação de prótese na perna amputada, iniciava uma outra batalha, a psicológica. Follmann precisou se reconstruir e nesta jornada se redescobriu no mundo da música, pois, segundo ele, esse era seu segundo sonho de vida. Apostando nesta possibilidade, em 2019, participou do Popstar – reality show da Rede Globo – e foi vencedor. A partir daí, gravou músicas, criou o projeto “Prosa e viola” que será apresentado em teatros assim que a pandemia passar, e, como forma de inspirar pessoas, ministra palestras cantando e contando sua história de superação.

– Minha vida é uma sucessão de eventos raros, mas estou aqui, vivo, podendo contá-la a vocês. Por isso, valorizo muito o que tenho – amigos, família, colegas –, a chance que tive de reviver. Pelo que vivi, passei a não deixar para amanhã para perdoar, para dizer que amo, para abraçar quem eu quero bem. Eu vivo intensamente o hoje, porque o amanhã a Deus pertence. Meu desejo é poder motivar vocês a serem resilientes. Se estiverem cansados, aprendam a descansar e não a desistir, pois os desafios só serão superados se tentarmos. Pela minha trajetória, hoje, ajudar pessoas é o combustível que eu tenho, por isso agradeço a cada um e espero ter contribuído para vocês serem pessoas melhores, a confiarem mais nas capacidades que têm e acreditarem que na vida tudo é possível, temos que acreditar – finaliza Follmann.

Veja também

Publicado em 13/07/2021 às 10:36

Mais de 560 participantes concluem o Sicredi Mulher e o Líder Jovem

Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG proporciona formação a mulheres e jovens

Publicado em 23/04/2021 às 09:51

Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG proporciona formação a mulheres e jovens

Publicado ontem às 15:45

Tributação é tema de curso para profissionais da saúde em Minas Gerais