Investimento em suinocultura garante sucessão familiar

Associado do Sicredi de Novo Tiradentes/RS, amplia atividade na propriedade, garante mais rendimentos e tem expectativas de atuar também com bacia leiteira

Em uma área de terra pequena, o agricultor Edemir Garcia da Rocha, 37 anos, morador da linha Aparecida, em Novo Tiradentes/RS, investia na produção de fumo. Mas como queria aumentar a renda da família, sonhava em construir uma pocilga. Contando com a ajuda financeira da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG, o agricultor conseguiu realizar o desejo e, desde metade de 2019, cria suínos, com o apoio também da Cooper A1.

Com a ajuda da esposa, Daiana Compagnoni, e dos filhos Djonatan, 14 anos, e Tales, 10 anos, a atividade está em franco desenvolvimento. “Na primeira leva recebemos 616 animais e atingimos uma conversão bem boa, o que nos motivou a seguir. Nossos filhos, vendo os bons resultados, começaram nos ajudar cada vez mais, gostam de estar junto ao empreendimento e já manifestam o desejo de estudar e permanecer conosco. Ter a garantia da sucessão familiar me deixa realizado como pai e como produtor também. Por isso, assim que possível, queremos aumentar os investimentos e atuar também com bacia leiteira, porque acredito que temos condições de dar conta do serviço”, observa Rocha, acrescentando que vai seguir mantendo a parceria com o Sicredi para alcançar os demais desejos, pois além da Cooperativa lhe dar o crédito de forma rápida, ofereceu toda a assistência necessária, disponibilizando o bom atendimento que ele precisava.   

– Para mim é muito importante contar com o Sicredi e com a Cooper A1, porque não existe negócio, especialmente na agricultura, sem parcerias. As duas cooperativas ajudaram nós conseguir realizar este sonho – frisa.

O filho Djonatan reforça a sua vontade de ficar no meio rural. “Quero ficar na propriedade porque gosto daqui, para dar sequência ao trabalho e também porque o pai está pensando em aumentar os investimentos. Estou cheio de expectativas para que isso aconteça. Até lá, vou fazer tudo o que posso para dar o suporte que eles precisam. Eu sinto muito orgulho do que o pai e a mãe já conquistaram e vejo que depois da construção da pocilga, eles são até mais felizes”, conta o filho.

Apoio à família

Para conseguir a pocilga, o produtor usufruiu da linha de crédito Pronaf Investimento – recurso repassado via BNDES, subsidiado pelo governo federal – disponibilizada pelo Sicredi. Segundo o colaborador, Alexandre Rahmeier, o desejo da Cooperativa é sempre apoiar o desenvolvimento das propriedades e foi isso que fez com a família de Rocha. “O anseio do agricultor reflete muito no que a maioria das pessoas do interior deseja – a busca por novas alternativas, novas fontes de renda. Depois de ver a pocilga pronta, observar a alegria deles com a conquista é muito gratificante, por saber que podemos contribuir com o sonho dos associados. Com certeza, a família é um exemplo, porque os pais são jovens, querem se manter no campo, e a suinocultura proporciona esta garantia de um futuro melhor, se trabalhada com dedicação. Além disso, tem a possibilidade de sucessão, porque os filhos já demonstraram interesse em permanecer no meio rural, o que gera uma grande satisfação também”, salienta Rahmeier.

Da mesma forma, o colaborador da Cooper A1, Daniel Vicari, incentiva investimentos na suinocultura, especialmente no caso da família, que tem pouca área de terra. “A atividade é boa, é rentável, ainda mais para eles que têm a mão de obra em casa, sem precisar pagar funcionários, e também por terem a possibilidade da sucessão familiar. Damos todo o apoio e incentivo necessários para que continuem crescendo e se desenvolvendo cada vez mais”, conclui Vicari.

Veja também

Publicado em 16/09/2021 às 10:28

Produtor de café de Pedralva/MG inspira pela organização e empreendedorismo

Publicado em 02/09/2021 às 09:17

Empreendedorismo fortalecido na fé e na coragem

Publicado ontem às 16:02

Capitalismo Consciente em pauta no Sicredi