Empreendedorismo fortalecido na fé e na coragem

Irene Carnetti, de Palmitos/SC, devota de Nossa Senhora da Salete, criou sua empresa depois de receber uma “luz” da santa e evoluiu muito nos últimos anos

Muitas pessoas têm a fé inabalável e creem que tudo é possível quando acreditam veementemente em algo. Uma delas, é Irene Carnetti, empresária do município de Palmitos/SC, que fez um pedido a Nossa Senhora da Salete e foi atendida. Depois de receber a “luz” da santa, Irene abriu uma empresa e o negócio está em franca expansão.

– A Santa Salete Salgados nasceu há cerca de 17 anos, depois de eu orar e pedir à santa que sou devota um caminho que eu pudesse seguir na minha vida. Após a minha súplica, que fiz no quarto da minha casa, ao chegar na cozinha pensei que poderia fazer risoles para vender. Liguei para três conhecidas e todas fizeram suas encomendas. Mesmo com pouca estrutura, usando apenas o freezer da geladeira que tínhamos para armazená-los e sem estoque de produtos, iniciei a empresa, ainda de maneira informal. Com o tempo, o empreendimento foi crescendo e abri um espaço físico próprio para poder atender a demanda. Hoje, possuímos sete colaboradores, além dos filhos Alice, Gabriel e Marcos, que nos ajudam – conta Irene.

Os filhos têm orgulho da mãe pelo que ela é e pela forma como trabalha no desenvolvimento do negócio. “A mãe é uma empreendedora, é companheira, atua na empresa como se todos fossemos uma família, não trata ninguém como funcionário, conversa com todos como se fossem seus filhos, isso é um exemplo para nós”, diz o filho Gabriel.

Da mesma forma, a filha Alice elogia a maneira de agir da mãe. “Ela é uma grande figura feminina, porque não depende de homem para se manter, corre atrás dos seus objetivos, luta e trabalha incansavelmente e, por isso é um orgulho para nós”, frisa.

A coragem e o empreendedorismo de Irene, são citados também por um dos clientes da Santa Salete Salgados, José Valdecir Novais. “Compramos produtos da empresa há mais de 11 anos. Começamos com poucas unidades, mas ela foi evoluindo e diversificando, nós também fomos adquirindo mais e colocando para comercialização. Os alimentos têm ótima aceitação por nossos clientes. Pela trajetória da Irene, admiro muito ela, por ser uma empresária que se esforça e está sempre inovando”, salienta.

O Sicredi

Para buscar o crescimento da empresa, Irene contou com a ajuda do Sicredi. “Cheguei na agência com o projeto e disse que precisava de apoio financeiro. Para minha alegria, a Cooperativa abraçou o meu sonho e, assim, conseguimos evoluir, transformando-a de varejo a atacado. Por isso, o meu sentimento é de gratidão, porque dessa forma conseguimos atender várias cidades, entrando com os nossos produtos em grandes empresas. Isso só foi possível, porque o Sicredi acreditou em nós”, destaca Irene.

A colaboradora Judite Inês Sackser, acompanhou parte da evolução da Santa Salete Salgados e garante que a história da Irene serve de inspiração a outras empresas que estão começando ou que os proprietários estão pensando em se reestruturar. “A Irene não parou até não alcançar o seu sonho, foi em busca de suporte, de apoio e só cresceu. Ela ainda tem planos de exportar seus produtos. Então, é uma verdadeira empreendedora que lutou muito e está conseguindo, dia após dia, evoluir com o seu negócio”, finaliza Judite.

Veja também

Publicado quinta às 10:55

Sucessão familiar assegura evolução de empreendimento

Publicado em 30/09/2021 às 12:21

Família investe na propriedade e garante sucessão rural

Publicado ontem às 15:45

Tributação é tema de curso para profissionais da saúde em Minas Gerais